.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 24 de março de 2015

Tempos díficeis...



 



 

São tão breves os dias felizes...
E caminho por trilhas em tempos difíceis
É dolente os caminhares... E fui muito
Verdadeira neste meu amar... Silente!
Cruzei desertos do meu desgosto
E quando me detive aqui junto ao Mar
 No sobressalto de um firmamento azul
Admirei este horizonte e te lembrei...
Recordei momentos sublimes... Teus olhos febris...
Teu sorriso forte...mas venci...
... Mais um dia em aconchego a tua essência...


 celina vasques