.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Lírios no jardim...


Foto


















O alvorecer surgiu das brumas...
Neste desencanto...e na melancolia
Vivendo à sombra da solidão...
Destroçando de vez o coração...
Tantas feridas sangrando...que ainda
Ardem em meu peito por esta saudade!

Empáfia sem brilho iludida, solitária
Poeta…!? Mas que destino louco...
É tão triste voar sem ter rumo...
somente esta tristeza...tanta...!

Os dias vão passando...lentos...nebulosos...
Porque dentro de mim só há uma razão de viver e és tu...
a espera viva...que a primavera volte pra mim...

Volta Amor...já nasceram lírios no jardim...!

celina vasques