.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

POEMA DE AMOR



Vem comigo amor!
Irei contigo
às florestas densas
quantas belezas
nestas trilhas

Ao pôr-do-sol
quanto perfume
minha poesia é esplendor
luz... é alma
alegria!

À noite iremos
de mãos dadas
- a fantasia desvairada -
- a lua raio para os mares -
larga harmonia que
embalsama os ares!

Na madrugada vamos ouvir
o conversar das flores
fragrância meiga cores...

Na manhã cantam
os passarinhos
vago concerto da
saudade infinda!

Vem comigo amor e dá-me
um beijo doce terno
como se eu fora pura veiga
do jardim eterno!


CELINA VASQUES