.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

MENINA



Numa estranha e encantadora tarde
eu caminhava entre flores e jardins...
às margens de lagos límpidos
- espelhos em magnifica primavera -
olhava o céu azul cujas nuvens faziam desenhos
tal qual carneirinhos
e o pensamento levou-me àquela menininha....

...que imaginava muito longe no infinito
os olhos brilhando de ilusões e
sonhos adormecidos e que desejava voar
para além da terra e do mar para seguir
seu destino...

Era um dia mágico
me parecia ouvir canções infindas
talvez cantos de anjos e querubins
lágrimas em minha face escorriam...
no meu coração a certeza
das sábias palavras que em épocas
passadas ouvia:
"Somente amar e ser amada é essencial para
nossas vidas"....

E eu sorria, ao lembrar daquela menina
de cabelos loiros e olhos claros que
de tão feliz...(mas tanto)que
acreditava nas coisas lindas da vida
não se apercebeu que a vida passou...
ainda hoje... tem a sensação de ser:
"MENINA"



celina vasques