.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

MÁGOA



Tu és como a magia cósmica
que entrou no meu coração e
nele fez morada
Chegaste na minha vida com a
intensidade do sol
iluminando com o teu calor
esse amor que nasceu como a
chama que queima devagar!

Tu és como o Mar
quem envolve-se com o Mar
confunde-se com o inesperado
qual as ondas quebrando
na beira da praia sem
nem importar-se com os estragos


Tu és como o vendaval
que solta o vento em fúria
devastando com chuvas
tudo que antes era belo e
hoje é apenas tormenta!


Tu és como o tempo
inexorável
deixaste minh'alma
ferida...magoada
sei agora
que nunca me amaste
despida de ilusões
eu precipito-me no caos
essa coleção
de tudo que não é Amor...

Tu és o desamor!







CELINA VASQUES