.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

FALSA NOSTALGIA



Ah! não me venhas com
falsas nostalgias
leva contigo teus lamentos
a mentira do teu sorriso e o
sentimento que se dizia
infinito
eterno
deixe ficar apenas a tristeza deste
amor esquecido!

Passeaste por caminhos
do meu destino trocando trilhas
colocando pedras por onde andei...
destruiste os meus mais
belos e loucos sonhos
devaneios que vivi quando cri em ti!

Liberta-me da tua ausencia
repleta de presença
pudesse eu despertar do passado
para volve-lo ao presente...
mas não posso!

Subsistes em mim
permaneces nas harmonias envolventes
de todas as melodias de amor
que só tu podes ouvir
acordes divinais vindos do
meu coração partido
por ter este amor finito!







celina vasques