.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

DESESPERANÇA



E de repente o amor
num instante a dor
de te querer
e não te ter
em saber que não virás...
que te perdi!
Apesar de te ter
encontrado em ruínas
recolhido todos os pedaços
tentado te recompor
nada restou pra mim!







CELINA VASQUES