.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 15 de janeiro de 2012

ADEUS ÁS ILUSÕES!



Trago em minhas lembranças
um grande amor do passado
momentos que vivi e sonhos
não realizados

Passeavamos à tardinha
nas calçadas daquela cidade(zinha)
nós dois à beira mar
escrevemos nossos nomes
dentro de um coração
à beira da praia
e deixamos o mar adentrar

Sonhavamos ao Pôr-do-sol...
faziamos planos
e entre beijos, abraços,
mãos dadas e
alegres correrias....demos risadas
cantamos melodias
e juramos
nunca nos deixar!

O tempo esse inexorável senhor
nos separou
nada restou ....na distancia
a sombra do que fomos
do teu sorriso
da minha alegria
de toda aquela magia!

Tudo se transformou
a vida pra longe te levou
vieram novos dias
minha felicidade acabou!

Adeus às ilusões
só lembranças
daqueles dias
naquela cidade (zinha) onde
nosso amor começou!

(celina vasques