.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

segunda-feira, 14 de março de 2016

Deixem-me ...!


Quero sonhar em rio de águas mansas...
Fechar os olhos serenar... Quero só sonhar...
Deixem-me...!
Quero compor esta solidão... Consagrar este silêncio e estar
Comigo mesma aqui neste pedaço de chão...
Não quero pensar no tempo... Na vida...
Sem vestir-me de nostalgia... Sussurrando
Delírios colados aos lábios qual fossem límpidas melodias...
Quero apenas sentir o vento na pele
Trazendo aromas de memórias muito antigas...
Com gosto doce de amores vividos... Jamais esquecidos!


 
CELINA VASQUES