.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Tua digital...





Ainda que nunca tenha tocado o teu corpo
Guardo tua digital, porque
Toquei tua alma!

Sou a brisa suave que toca teus cabelos
O sussurro eterno e fugaz que beija teu rosto e te enche de ilusões...

Sou aquela gaivota solitária voando

Derramando sonhos qual fossem pétalas de rosas em alto mar.
as tuas mais loucas fantasias.
Os teus delírios... 

 
Sou o sangue que corre nas tuas veias...
o grito de amor preso nas tuas entranhas...
o teu passado, o teu presente e o silencio do tempo!

A alvorada que te banha orvalhando

a tua pele... macia...
O afago que não me deste
O gemido de amor que não tiveste...
O poema que tatuei em meu coração...
Pensando em ti!

Celina Vasques