.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

A vida passou...

Despertemos os pássaros que habitam em nós
Em nosso eu profundo...
Quem sabe nos tragam recordações de amores passados...
Soluços e lágrimas... Sorrisos e saudades de momentos ternos...
Sonhos longos e agora vazios...
A vida passou...
Deixando apenas a cicatriz tatuada em nossos corações...

E agora... Como faço pra te ver? como voltar a te ter?
Desenho um barco no papel... Quem sabe nele poderei descer o rio
E já te encontro... Um pouco além navegando suavemente
Sob a brisa desta manhã perfumada...e na cantiga dos pássaros
Quem sabe assim a felicidade possa voltar...!
celina vasques

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Cansei e esperar-te...


Não quero mais inverno e de sentir frio...
O vento dói em meus ossos...
Não quero mais esse enorme e insurgente sentir
Do amor nada mais quero ...
Sei que virão dias longos de sol ardente mas serão longos dias...
Onde talvez esteja aprisionado este pobre coração
Porque me perdi no tempo esperando por ti...
Pelo teu sorriso...pelos teus abraços...
Não quero mais que o vento devolva esta ansiedade
Pra mim!
Foto de Celina Vasques II.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

uma segunda chance...

giphy.gif
Não...Não estou pedindo uma segunda chance...
Estou gritando com toda minha voz
E a força do meu coração
Que não posso escolher... Até  porque,  

cometerei os mesmos erros novamente!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Sou uma encantada...







Cheguei do mar...
Trago nas mãos aromas perfumado... Cujo nome é paixão
Que te ofereço em silêncio
Venho do tempo... De um lugar distante dourado... Misterioso...
Sou a luz que  tomou de assalto tuas pegadas..
Enquanto o Mar geme com suas ondas da maré cheia...
Saudoso de mim...
Eu estou a sorrir-te no cristalino das águas...!


celina vasques

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Meu pensamento voa além do horizonte...

Caminhando por estradas íngremes...

Ás vezes eu corria antes que o tempo apagasse os meus sonhos...

A grama parecia um tapete verde...

 As luzes das estrelas brilhavam com muito mais brilho

E a lua me trazia noites maravilhosas... Era tudo muito doce...

Perfeito!

Hoje, meus olhos  desgastados ainda fitam o horizonte

Apesar de que passei tantas vezes por essa estrada...

As brumas das manhãs ali continuam... O nevoeiro...

Tudo continua lá... O barulho das aguas a correr... E

Uma saudade sem fim...!


celina vasques

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

A SEREIA...



A madrugada acordou com o Canto da Sereia
Todo silencio tinha a exaltação das tormentas
Trovoes e relâmpagos rasgavam os céus
Iluminando aquela noite escura... E
Eu ansiava pelas manhãs de primavera...
E eu colhia pérolas na aurora
. E eu chorava mares...
Atravessando os rios...Encantada ...!



celina vasques

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Memoria de ontem...



Amar-te foi apenas pensar que fosses
Um arco íris de cores...
Não. ...Não eram versos...Nem poesia...
O amor deixou de ser um sentimento
E neste tempo de vazio profundo
Meu pranto acalmou a dor...
E plantei sonhos neste meu doído coração. ..
Mas o silêncio da solidão revelou aos meus próprios olhos..
o sem fim...o incomensurável. ...
Agora sei...É apenas a memória de ontem. ...
Apesar de que minha alma guardará a verdade do teu coração!

Celina Vasques