.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Olhos que choram não mentem...


Vi teus doces olhos a chorar...encantei-me...
Então nasceram os sonhos... E este amor!
Retendo em mim uma emoção que nunca havia sentido...
E assim deixei-me ser levada pelo vento...
Fala-me de ti...e deste mar do teu olhar
deixa-me navegar...Deixa-me morrer na tua retina... !
Naquele momento fomos apenas pássaros sobrevoando o mundo...
Fazendo companhia as gaivotas que gritavam sobre o mar...

celina vasques