.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Um pássaro chamado Paixão...!



Acordei nesta manhã impregnada com
O perfume da minha própria loucura... E
Suavemente flutuei nas asas de um pássaro
Chamado Paixão... 

São voos nos qual mergulho no despenhadeiro
Do tempo...
Tenho medo... Vejo as ondas que quebram nas pedras...
Com o coração batendo forte... E as lágrimas escorrendo fáceis...

Abraça-me silenciosamente
Esta ansiedade fixada às asas 

Deliro sussurros... E num rodopiar de emoções
Escuto melodias... As que cantam os ventos...!

Num eco sonoro de brados matizes... E me encantam...

celina vasques