.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Para além dos sonhos!


Na minha essência que seduz
A languidez da alma que chora...
E no silencio deste meu amar sem amor reciproco...
Sonharei docemente contigo...


Hás de me sorrir com um sorriso louco...
Tu que de amor sabes quase nada... Ou tão pouco!

Quando fechares os olhos e me vires
qual um espelho refletindo...


E entre versos de uma visão mais doce
Verás que o meu amor 


Era o verso mais profundo oculto no horizonte
...um pássaro ferido... Esperando por este amor
...para além dos sonhos!


CELINA VASQUES