.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Meu pensamento voa além do horizonte...

Caminhando por estradas íngremes...

Ás vezes eu corria antes que o tempo apagasse os meus sonhos...

A grama parecia um tapete verde...

 As luzes das estrelas brilhavam com muito mais brilho

E a lua me trazia noites maravilhosas... Era tudo muito doce...

Perfeito!

Hoje, meus olhos  desgastados ainda fitam o horizonte

Apesar de que passei tantas vezes por essa estrada...

As brumas das manhãs ali continuam... O nevoeiro...

Tudo continua lá... O barulho das aguas a correr... E

Uma saudade sem fim...!


celina vasques