.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sábado, 3 de outubro de 2015

Viajo em ti...


...no silêncio de noites mal dormidas
E nos meus anseios à flor da pele
Apesar do calor que sinto ao teu sonhar
Tens a minha paixão... Os meus versos
Meus poemas e o meu amor!


E te prometo
No silêncio profundo da noite
Embriagada de solidão
Amar-te eternamente até
Num de repente morar no espaço do teu olhar suave...!

Ah! Brilham constelações nestes teus olhos
Paço de uma saudade minha... Que é tua...
Assim continuo minha viagem por esta noite...
De sonhos partidos que causam ecos de agonia

Há lembranças que fazem tremer a calma e o fulgor conciso
Eu preciso acordar o silêncio... São tantos os alvores sem ti..!
.
Busco-te nas memórias do que fomos e nas estrelas...
Amanheceu... A viagem terminou...
Porém acho-te dentro de mim...!

celina vasques