.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Respiro sentimento...


...e fico pensando que...
A vida é tão breve...
Então, meus olhos fitam os céus sem fim...
Idealizei sonhos... Conjecturei quimeras...
Nas noites de mil encantos... Os meus desencantos
Dos suspiros de amor... Do estremecer do silencio
Da vastidão do mar... E todo este amar...


Cai em meu rosto gotas de chuva fina que provoca em mim
Uma torrente de emoções... E a vida se vai...
Esvai-se...


E me faço silencio... E respiro sentimento...
Esta sensação que me transforma em solidão
E em saudades... E me finjo de esquecida...
Das lembranças de minha vida


E a angustia instala-se no meu peito...
Enfim... Quero que me leias...
Qual se eu fora uma poesia... Escrita por ti...
Sente-me!

celina vasques