.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Idealizei-te nas noites de solidão..


Tu estás em minha alma... És musica dos anjos
Com teu riso tatuado em minha retina...
Vivo de tuas palavras em que as transformei em versos...
Vou esperar-te até o fim...
E assim acredito saber onde a alegria jamais sentida
Possa morar!
Fecho meus olhos para saborear tua presença que
Demudam em versos poéticos... Não sonhei... És real...
Tua imagem aprisionada nos meus olhares e tua boca
Nos meus lábios... No sentimento da paixão... Eternamente...
No sorrir ao vento...!
 
 
celina vasques