.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Toque mágico!





Sento-me a beira do cais
Meus olhos alcançam o infinito...


Sou escrava desta paixão... Prisioneira deste amor...
Olho a imensidão de ondas que rompem as pedras e eu em silêncio...


A dor é lastro... O toque mágico...
Melodias trazem num suave respirar... Tua presença...
E vejo-te... E sufoco um soluço... As ondas se transformam em teu corpo...
E o marulhar como se fora um grito de amo-te...


Fecho os olhos saboreando tua imagem aprisionada em meus lábios...
O seu ondear me transforma em anseio!


celina vasques