.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 24 de maio de 2015

E vi o sol... Radioso









E vi nas manhãs sorridentes

Passarinhos acenando com suas asas

Dando boas vindas a mais um dia...

Senti a fragrância de devaneios passados...

E eu quieto  como as pedras...escuto o mar...

Com olhos serenos... Ausentes de dor...

... e retorno ao encontro de uma saudade

Busquei o alento deste Sol de verão

Sou pescador de ilusões e brisas

Poeta das encantadas almas... 



celina vasques