.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Sonhos...o que restou da vida!










( )...e eu sonhei contigo...
E te vi nas noites cálidas em frente ao mar...
Fecho os olhos e recordo-me
Em tempos idos teus doces abraços
Enquanto eu navegava mansamente pela vida...
Estive longe... Onde os anseios renascem...
e o crepúsculo se finda... Encontrei a noite...
... e uma lágrima de profunda saudade...( )


celina vasques