.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

É de mar...o meu coração!









 É feito de Mar o coração dos poetas...
Sonhadores...
Com olhos voltados sempre para o firmamento
à procura de encontrar outros olhos...
Talvez...
Da amada... Ou de meigos momentos...


E como saber...
Já que o amor é alguma coisa mortal...
Uma serenata de pássaro anunciando o despertar...
Com notas musicais incompletas... Inspiradas na dor do poeta!


Vem... Com teu coração ver o mar que habita no meu coração...
sentir o arrepio e o calor do sol a te queimar a pele.
Deixando-a perfumada... Apaixonada...
é um querer eterno... Jamais esquecido...


Vem rasgar este peito onde está este mar selvagem.
Ouvir o marulhar dessas ondas que batem em teu peito
numa emoção tamanha...

Vem ser feliz...

celina vasques
Leblon/21/12/2014