.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

....novamente!





Esculpi tua imagem
E a pintei de profecias e devaneios...
Este furor magoado de mil noites de solidão...
tua essência me deslumbra...encanta-me...
Hoje o teu silêncio é um oceano sem marulhos
Não mais existem ondas...
mas apesar de tudo um dia gostava de olhar para ti ...novamente!
 



celina vasques