.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Tu és o mar!



Deixa-me perder-me em teus braços como se foras o mar...
E meus gritos imitem o ensurdecedor marulhar das ondas...
Deixe que os pássaros que habitam em minha alma
Arrulhem quais gemidos..de amor...
Ama-me qual a fúria dos ventos...



celina vasques