.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 31 de agosto de 2014

Noite de luar




A lua nos admira lá do palato 

E eu te beijo e tatuo em teu corpo

Esta paisagem de terra e mar
o tom do meu desejo
Que o tempo jamais ocultou...
E te acaricio em silencio...
e viajo na tua nudez...

e escuto tua respiração ofegante t

teus suspiros teus ais...e sinto saudades 
das cantigas...melodias mágicas...serenatas 
que escutávamos ao luar...

sonhando...na noite infinita 
- e ela a lua - 
serena ...pura...mas ínvida 
do nosso amor fulgente 
- dois poetas...duas almas ardentes -

e voluptuosamente espreguiçando-se 

em suas névoas...alvas...envereda-se no vale... 
e o dia amanhece!


celina vasques