.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Algemas...

Coração... Rompe as algemas
que me acorrentam
a este amor perdido na fissura da vida...
Entra na alma que renasce da dor...
Seca o pranto do lago do olhar...
Segura o momento que continua em mim,
num tempo sem fim...

E a estrela viaja
Na quietude da noite fria... e eu fecho meus olhos
Para não vê-la partir...

E tu penetras em meus pensamentos... E eu continuo
Em êxtase alucinante... No estado de emoção
No meu íntimo dolorido, ardente por ti...

E minuto
 Versos...
De um poema que fala de um amor...
Reescrito por nós...






celina vasques