.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sábado, 12 de julho de 2014

SUBLIME SENTIR...



 
A alma liberta meu pranto
A noite vem chegando...
anseio a calma e escrevo uma doce poesia
Saberás que há muito mais porque amar 

É uma eterna espera...
            - A Tua -
 Se te amar é morrer a cada dia... Eu bebo o meu silencio 
Sob o céu de nuvens brancas...e eu sinto a dor desta saudade... 


E volto a flutuar nesta brisa azul... E amo e estou emocionada! 

Nas alegrias que um dia tivemos e as memórias do que fomos 
           - Será que ainda somos? -
Em mim ainda existe a fascinação... E tua imagem 
Ainda está no meu pensamento... 


Amo-te e a felicidade sinto que ainda me pertence... 

E eu a sinto quando 
Vejo os teus verdes olhos a fitar os meus... No gesto lento 
De acordar o silêncio!


celina vasques