.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 27 de julho de 2014

Meu canto de pássaro...






Não se cansa em mim este encanto infindo,
Não haverá em mim nenhum momento em que não
Estejas em meu pensamento...
Tranquilos são os dias da minha longa espera
Contemplo o infinito... E vejo minha paixão cristalina...
Tudo é possível quando existe Amor...
Será a poesia
a ultima caminhada perto do céu?
Palato qual papel de seda azul, com suas nuvens de algodão
Brancas e puras... à luz das manhãs
Deste horizonte distante...
Ouvirás o som de minhas palavras melodiosas de brados e cores,
Canto de pássaros... Apaixonados...
Que gorjeiam por ti...?!

Celina Vasques II