.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Pétalas de rosas...

... A noite caiu, vejo flutuantes
Pétalas de rosas ...no meu jardim...
Perfume que se mistura ao leve
Frescor da brisa primaveril...


Fecho os olhos
Respiro... Sorvo este instante com uma paz infinita...
As Pétalas de rosas nos cobre plenas...Tu e eu abraçados olhando para o céu 
Cheio de estrelas que faiscam à luz do luar...


Melodias distantes vindas de um violão falam de um estado de emoção
Que nos envolve... E nesse êxtase estonteante
De amores que rasgam o coração de promessas...


Sinto minha alma cicatrizada das feridas íntimas... 
Da vida!


E o vento... E o tempo... 
Fazem-me esquecer da solidão que vivi...


Descubro em nossos olhos... Esperanças...
Nos nossos corpos... Em nossa pele 
Um acariciar fecundo de pétalas de rosas
 que nos perfumam...


E nós enamorados...
Fazemos do amor um deleite profundo!

Celina Vasques