.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 6 de abril de 2014

Coisas que não sei...

Saudades de tudo que não foi...
Coisas que não sei...
Dos sonhos perdidos que o vento levou...
Do tempo que passou deixando marcas apenas...

Saudades...
Daquela lua apaixonada navegando no céu...
Cheio de estrelas... Sentindo a brisa do mar!
Depois o raio de sol que vinha me acordar... E me chamar
Dando-me beijos... Ardendo em minha pele...
Dourando meus cabelos... E dos sonhos de ali então...

E eu aqui sentada em frente ao mar
Vendo a vida passar... De repente... Tão breve...
Tão inesperada... Imprevista...
Sem dar tempo para me arrepender de coisas que
Não fiz e de outras que já foram esquecidas!


celina vasques