.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

CATIVA...


Sou a sonoridade do brilho da estrela
Aquela que me deste....e suspira ao
Sabor exuberante da falsidade e
Que entorpeceu a minha razão...

Sou a lágrima que se transformou em chuva
Nos dias de tempestade...

Sou a ventania que ruge e te seduz...
Provocante e fascinante...
E avança para o mar...

Sou louca poeta
Caída nas garras do vento
O despertar de uma alma encantada e cativa...

Eu me chamo : Amor...

celina vasques