.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Vem...Segura nas minhas mãos...


Partilho contigo a minha serenidade....
Prendo o olhar na fragilidade do teu olhar e
Embriago-me na tua solidão...


Ainda retenho na alma o que trago de ti...
De infindo... do sem fim...do recomeço...
viaja comigo rumo ao nosso destino...
sempre juntos...
Nesta tortuosa viagem da paixão...

Entre mim e o teu coração existe a verdade
De tuas mágoas...tua melancolia e tristeza...
Somente eu as conheço...eu sei da tua alma...
Eu e a brisa somos magicos sopro deste
nosso misterioso amor... 


Vem...Segura nas minhas mãos...

Celina vasques