.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Tua presença...Nada mais!






Caminhando entre a multidão de minha loucura
Os passos largos e aos tropeços nas poças...
No ensurdecedor silencio dos meus pensamentos
E esses corpos com rostos intensos... vivos...
Dentre soluços deliram ávidos
... O tempo... O vento...
e neste momento a peregrinar à procura do meu destino
Quem sabe o sabor de tua presença... Nada mais!

celina vasques