.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Tanto encanto...


Foi tanto amor... tanta Paixão...
Tanto encanto...
E fomos perfeitos... Em nossos 

momentos e deleites
Ah! E teus beijos?
Teus beijos tinham sabores de mim...
Uma poesia sem fim...
Minha alma dói pelo amor que tive
E ainda hoje... Apesar de tudo, sei que ainda vive...
Em algum lugar no profundo
Da minha essência...
Memórias... Que não terão fim!

Celina Vasques