.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Pra ti Cecilia Vasques minha irmã!...




O suspiro do teu coração partido...
quase um sussurro... este choro silencioso
A chuva que cai fina e molha teu rosto
Lembranças que trago comigo...
Se eu pudesse te daria asas de anjo...
Para que voasses e trouxesses a promessa
De tempos passados de nossa juventude
E com esta força ir além
qual uma canção ao vento
E suavemente tu voltarias à vida...
e eu choro!


celina vasques