.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Memória presente...



Memória presente...

Silencio na noite cálida a luz da lua

 entrava pela janela
Iluminando a minha solidão e saudade
E eu me debruçava nos sonhos
Numa descuidada harmonia com a brisa que toca
Meu rosto... Quais afagos de outrora
Dos dias inesquecíveis em que nos
Amamos intensamente...
Felicidade feita de momentos encantadores!


E eu continuei sorvendo a beleza da

Memória presente tatuada em meu corpo
E no meu coração...
Desse grande amor que me eterniza a alma !