.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Infindo sofrer!


Meus olhos fitaram além do horizonte
Como nunca antes aconteceu
   - Infindo sofrer-
E o peso do mundo espalhou-se sobre mim...
Minha vida perdeu-se por completo
Tentando num soluço triste esquecer o sofrimento
De minha existência angustiante...
Minha essência afogou-se no mar
 precipitando-se nos oceanos...
Onde abismos abriram-se
 sob meus pés calejados...
Buscando no silêncio
Nebulosos sentimentos de saudades
   -  de tempos que eu cria Felizes -
Mergulhados nas desilusões do 
meu ser profundo!

celina vasques