.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sábado, 28 de abril de 2012

Noite Intensa...



E as estrelas aos
Meus olhares pareciam imensas!

Em silenciosos apelos cobertos
De névoas no ar semelhavam espumas a bailar...
Véu de denso negrume sobre
A minha obscuridade...

Amor feito chamas
Febre ardente cio permanente...
Fustigada pelo vento...

Calei em mim o suspiro deste lamento...
Prisioneira que sou deste silencio
Escuto um longínquo eco de fragores...
Vem do mar!


celina vasques