.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Deixa-me roubar teus sonhos...





Deixa-me roubar teus sonhos
Rasgar o silenciar da noite com meus gemidos
No encanto de ser tua... Mulher e amante...
  Falar da solidão quando anoitece
Pois eu preciso contigo estar mesmo que seja apenas
A sonhar...

Sentir a brisa perfumada balançar nossos cabelos e
Acariciar nossas faces...cavalgar por entre as brumas...
Flutuar no riacho da ternura e tatuar teu corpo
Com minhas tremulas mãos... No pulsar acelerado do coração!

Deixa-me roubar teus sonhos pelo menos uma vez
Depositar em teus lábios um profundo beijo e
Dizer-te
Que és para sempre o meu amor... Arrebatar-te os sonhos
Deixa-me ser feliz outra vez!


celina vasques