.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 8 de janeiro de 2012

Um rastro luminoso



Um rastro luminoso...

Qual um sonho passaste muito rápido
em minha vida!
Brilhante, radiante, qual as estrelas
que brilham no ceu...e na manhã desaparecem...

Um arco iris que colore o céu por alguns
instantes...assim transpassaste a minha essencia!

Um Por-do-sol minguando
ao nascer da lua...
porém sumiste na escuridão!

Atravesso o teu universo procurando
as ilusões que deixei cair pelos caminhos que
segui nos teus rastros...
veredas que percorri à procura de ti!


Eu costumava sonhar
na hora mais escura da noite
quando eu podia viajar além da fantasia...
Silencio, cúmplice transiente...
Agora...já nem sei quem sou
tudo parece tão distante!

Extravaso minha agonia
transportando-a além das montanhas
Além mar...







celina vasques