.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

ÚLTIMOS VERSOS



Meu amor!

Esses são os últimos

versos que te escrevo.

Chegaste de meus sonhos

mais profundos e eu esperava

ansiava e precisava de ti...

contigo escrevi e realizei a

mais linda estória de amor!



É tão efemero o amor

e tão logo esquecido...

- já não me amas -

e eu não sei o que farei da

minha vida quando

tiveres partido!



Essas são também as ultimas

dores das punhaladas cruéis

que atravessaram o meu peito

e dilaceraram minh'alma

e meu coração...



Obscuros sentimentos...

ensaios de uma dor aguda

pungente manchando de sangue

esses tristes versos...

Mas eu hei de esquecer-te

buscando no silêncio

o meu eterno e

derradeiro instante!




CELINA VASQUES