.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

PALAVRAS...






Tantas coisas para serem ditas
mas as palavras estão presas na garganta
e no silencio total
num deixar fluir das emoções
o som do sentimento
mais profundo!

Adormecendo
e nos sonhos a
sensação de que o tempo
tivesse parado ali...e apenas
a emoção de teu toque
que me faz sentir encantada!

Caminho pela vida
e nas trilhas
levando em meus hesitantes
passos as lembranças
de tua raiva vingativa
tentando entender os motivos
de teu descrédito nas palavras
que nunca foram ditas!

Uma lágrima cristalina
escorre e morre nos lábios
de quem almejou
beijar-te para sempre
chorando o desprezo absoluto de
todo o amor sentido!


CELINA VASQUES