.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

SOPRO DE MELODIA

Secretamente o dia envolveu a noite
Luzes resplandecem do sol que se
Antecipa no infinito...

Cânticos de pássaros entoam na manhã
donde uma suave brisa viaja sem pressa e serpenteia
no orvalho e que rega meus cabelos em desalinho...

Notas musicais que em harmonia sopram melodias
Espalhando um novo dia...
Composições de doces acordes
que transpõe o tempo e que procuram
O despertar de meus sonhos depois dos
Delírios das noites enfeitiçadas pela lua...

Devaneios tantas vezes por mim imaginados...
Sombras povoadas de dores... De amores em abandono!
E eu qual uma nota musical
- um sustenido ou talvez um bemol –
Quão ondas do mar bravio... Indomado
Selvagem... Apaixonado...

Busco-te nos caminhos da esperança
Com o teu sorriso e o teu silencio doído
Em minhas entranhas...
Gravado no meu coração e nas minhas mais doces lembranças!

Celina vasques