.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 15 de janeiro de 2012

O SONHO



No silêncio da noite
onde a magia e o
mistério se encantam
busco explicações
para as vozes da memória!

Em minh'alma
despida
velejo pelos mares da
saudade
buscando emoções
nunca dantes sentida!

Qual passarinho
arrulhando em
seu ninho brinco com
tua alegria e me faço
de ilusão!

Ah! Dor de amor
que no meu peito
rasga este coração que
com teu nome tatuado
bate desconcertado!

Perdida no tempo...
a realidade me acolhe
não estavas ali...sonhei...
o sonho acabou
apenas restou a
sensação do teu
perfume no ar!




CELINA VASQUES