.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 15 de janeiro de 2012

MINHAS PALAVRAS

Banhada pelo orvalho
das madrugadas...aqui estou
com meus sentimentos hora de paz outras
de desencanto...percebo
no canto de meus encantos e
nas poesias que escrevo...

...na narrativa das minhas tristezas ou alegrias
a semelhança de estórias de vidas que lêem
os versos tão profundos de meu eu...
refletindo a imagem nos sentires de tantas fantasias!

Minhas palavras
que nascem de profundas dores
de meus amores...se perdem no vento e
são levadas para outros oceanos e horizontes
na brisa suave e perfumada
a tocar como canções da passarada a voar..

CELINA VASQUES