.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Melodia dos ventos...



Perco-me em escuros labirintos
as flores que encontrei pelos caminhos
eram pedras que roubaram os meus segredos
e o meu sorriso!

Deitada nos braços da solidão
muito além de mim ...
no silêncio que perpetua esta distancia de ti
palavras mudas nos versos desfeitos...

Vejo o passar do tempo
nada é como sonhei
- implacável destino -
perguntas ficaram sem respostas
nas andanças apenas sombras de mim!

O vento entre as folhagens parece-se
com notas de uma melodia assoviada
eterna musica dos anjos
qual sussurros de uma paixão
canções harmonicas
espalhadas pelas ondas do mar...

Os sonhos levados pela brisa suave...
Leva-me também ó vento
inebria-me com tua canção mais linda
Devolve-me àquele a quem sempre amei
e que se foi...

...deixando-me apenas
lembranças desse amor
que ultrapassa distancias e
na sua essencia
soltar a voz exprimindo
nossos sentimentos!




celina vasques