.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

domingo, 15 de janeiro de 2012

AO MEU NAMORADO!



Ah! meu amor olhando no teu olhar
mergulho no mar de teus olhos á procura de mim
tuas ondas parecem aconchegar-me...abraçar-me
acariciar o meu corpo...enlaçar-me...

...e nas noites quentes e escuras vejo através
deles o brilho da lua e mil estrelas a me encantar!

Ah! meu amor quanta ternura, ao
traduzir minh'alma nesta poesia e quando te entrego o meu coração
pulsando quase a pular do meu peito todos os dias...

...e ao seduzir-me com o teu feitiço enches a minha vida com poesias
e com o cheiro de flores perfumas a minh'alma que antes vivia vazia...na solidão
e a cada verso que escrevo a alegria de poder estar contigo juntos aqui!

Hoje, permito-me o silêncio quero dar-te o meu amor
este amor que me conduz, que me embriaga
que me faz feliz...que me enlouquece... em cada minuto
que amanhece e anoitece
deixar que a poesia saia de dentro de meus olhos ao dizer-te:
Amo-te!







CELINA VASQUES