.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

ETERNAMENTE



Os dias passam longos
tristes...arrastam-se...
olho o céu cinzento...
a neve cai!

Quero-te ao meu lado
estou sozinha
há muito tempo
anseio por ti ...e não vens...
não mais virás!


Olho a neve pintando o verde
de branco
nas flores, nas árvores...
as montanhas ao longe
me dão a impressão
de infinito
do inatingível
os dias passaram...não viste...não vi
contigo levaste os sonhos, a primavera
e todas as estações...ficou o inverno!

Partiste
deixando-me a saudade
dos dias felizes
...dos risos...
dos teus beijos...teu sorriso...
teu cheiro
Eu queria tanto dizer-te o quanto
te amo
ainda te amo...
e quanto te amei!

Uma brisa fria envolve
meu corpo sinto como
se estivesses aqui
vejo teu vulto...
uma canção
dedilhada ao piano como se
tocada por anjos
a inundar de saudades
meu coração!

Mas devo ficar...esperar...
não sei mais por quanto tempo
até um dia eu
poder encontrar-te
para novamente amar-te
eternamente...eternamente!




CELINA VASQUES