.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

ESCOLHAS



Então é assim...
preciso escolher para que voltes
pra mim?

Mas como escolher?!
Se não posso deixar de dedilhar
meu piano e tocar canções?

Como poderei deixar de
dançar melodias divinas
no palco a bailar...
se para mim
é o ar que respiro?!

É como deixar de escrever versos...
poemas...
isso tudo faz parte de mim!

Sei que terei que escolher...
tu assim o disseste
és meu sonho
e alegria de viver
eu realmente te amei
e tentei...

Mas...cumpra-se então
o meu destino
te guardarei na lembrança
- lembre-se também de mim -
não poderei deixar de ser
aquilo que creio e quem sou
mesmo que tenha de perder
teu amor!




CELINA VASQUES