.

Eterno é este mar em que tuas lágrimas navegam e a brisa suave que levou de ti a ilusão ...e nesta bruma ocultas teus sentires de mim ... (Celina Vasques )

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

DOR DO SILENCIO...



Ah! meu amor
relembrar teus beijos e teu carinho
abate-se sobre minh'alma
a dor do silencio..

Arrancando suspiros
do mais profundo do ser
qual o véu negro da noite
ocultou a luz do meu coração
sempre a gritar
teu nome em serenata!

Apenas o sussurro de
meus soluços sentidos...
e a desilusão n'alma
das ilusões
perdidas no sopro das ventanias
em dias de tempestades...

Ah! meu amor
quantos sonhos desfeitos
em desarmonia...
depois do adeus
lágrimas magoadas a brilhar no orvalhar
da madrugada...
sentindo tua ausencia sofrida
morrendo aos poucos a cada dia
de saudades...



CELINA VASQUES